Pré casamento Petar - Parque das Cavernas

Rafaela e João

Rafaela e João

Petar Parque das Cavernas


Esse ensaio é pura aventura e muito amor!


A Rafa e o João toparam se aventurar no Petar e de quebra tirar muitas fotos nas cavernas incríveis que esse parque possuí.


O primeiro contato com o casal foi no Shopping Eldorado, marcamos uma reunião para nos conhecer e apresentar nosso trabalho, conversamos muito, ouvimos um pouco da história deles e saímos de lá com a parceria firmada para registrar o sonho da Rafa e do João.


De lá para cá já começou o planejamento e a escolha do lugar para fazermos o ensaio de casal, muitas foram as opções, mas o Petar foi o local escolhido. O João quando mais novo era monitor de acampamento, até ganhou o troféu do meio ambiente batendo o recorde de brincadeiras conquistadas, sempre gostou de viagens desse estilo e quando a Rafa cogitou a possibilidade de fazer o ensaio no Petar, ele não pensou duas vezes, já que ela tem muito medo de aranha e de escuro, mas topou enfrentar seus medos para registrar seu pré casamento.


 A Rafa é um misto de doçura e ansiedade, o João é um pouco tímido e muito simpático, ambos dentistas, completamente receptivos e de bem com a vida, carregam um sorriso no rosto o tempo todo, a impressão que temos é de conhecê-los a muito tempo de tão boa a empatia, adoram sair com os amigos e comer comida japonesa e mexicana, tem como não se apaixonar por esse casal?


O dia do ensaio foi o aniversário de 7 anos de namoro do casal. Ele nasceu em Uraí-PR, e ela é de Aparecida do Norte-SP, mas na cidade de São José dos Campos, onde fizeram faculdade, foi o palco do primeiro beijo.


A Rafa conta que ouvia falar muito do Jonys, como o chamavam, ele já tinha terminado a faculdade e ela, naquela época era “bixete”, em um churrasco no aniversário de um amigo em comum, o conheceu e já o achou gatinho, não precisou muito para rolar o primeiro beijo, mas ficaram sem se falar por uns meses, mas o destino já estava traçado e engataram um namoro que agora será eternizado num lindo casamento no Afrikan House em setembro.


Outra paixão em comum é o carnaval, o João vestido de Pedrita em pleno carnaval do Rio de Janeiro, escondeu as alianças no bolsinho da fantasia e pediu a Rafa em casamento, pedido inusitado rsrs.


O casal tirou dois dias para o ensaio e reservou o Glamping Magarito para ficarmos, um resort que mistura o simples com o sofisticado, cercado de natureza em meio à maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil, possui bangalôs inspirado nas cabanas alguns hotéis da selva peruana, feitos em palafitas, lembram casas na árvore, um conforto em meio a natureza.


Já chegamos a noite no resort e com uma chuvinha que não cessava, tiramos um tempo para jantar uma comidinha caseira e logo depois já aproveitamos que a chuva não parava e a usamos de cenários das fotos, juntamente com todo o verde que cerca os bangalôs. Ensaio rápido a noite e já fomos descansar para se preparar para o dia incrível que nos esperava.


Café da manhã reforçado, tênis, calça comprida e mochila nas costas, partimos para o Petar, seguindo o guia Silnei, um cara gente boa demais, super atencioso. Ele conta que nasceu em Iporanga e passou a vida toda no Petar, já guiava desde criança, mas em 2000 fez um curso para atuar dentro do parque e está lá há 17 anos.


Para andar pelo parque e entrar nas cavernas é necessário o uso do capacete e lanterna, mas na hora das fotos a Rafa trocava de roupa.


A primeira caverna que entramos foi a Caverna Santana, uma das mais bonitas do Brasil, ela tem 8 km de extensão, mas somente 800 metros são abertos a visitação. É considerada uma das mais importantes do mundo em termos de climatologia, ou seja, como era a temperatura média e intensidade da chuva há milhões de anos, medido através de uma amostra de estalactites ou estalagmites. Tem um salão dentro dela, considerado o mais sensível do mundo, tem estalactites da espessura de um fio de cabelo. Na década de 80 recebeu o mestre percursionista Hermeto Pascoal e hoje foi palco do  pré casamento da Rafa e do João.


Fizemos foto logo no começo da caverna e a Rafa e o João já tiveram que molhar os pés, a água é muito gelada. Adentrando um pouco na caverna já não se consegue ver nada se não estivermos com as lanternas acesas, o nosso guia Silnei nos fez passar por uma experiência maravilhosa, pedindo para desligarmos as lanternas e nos deixando no breu completo, somente desfrutando daquela paz, que dificilmente vivemos no nosso dia a dia, o único som que conseguíamos escutar, era da água correndo entre as pedras, momento mágico.


Apesar da Rafa ter muito medo de aranha e de escuro, ela foi bem corajosa e conseguiu seguir em frente por mais um pedaço para fazermos as fotos, confesso que também tenho muito medo de aranha, ainda mais quando o guia nos mostrou uma aranha marrom bem pertinho de nós, dali em diante a aranha não saia da minha cabeça, mas o proposito era maior e não nos impediu de conhecer partes maravilhosas, cheias de estalagmites e estalactites, um teto todo desenhado e paredes cheias de muito brilho.


A segunda caverna que visitamos foi a Morro Preto, para chegar nela, seguimos em direção ao rio Bethary, e o atravessamos por uma ponte de madeira, que também serviu de cenário desse ensaio de casal, após uma trilha de subida de 200 metros, chegamos a linda entrada. Diem que, em termos de arqueologia, a caverna é muito rica em detalhes, em sua boca foi encontrado vestígios que ela serviu de abrigo para o homem primitivo. As partes escuras das cavernas nos possibilitaram usar e abusar da luz, fazendo fotos mais artísticas.


Para encerrar o dia no Petar, escolhemos a piscina natural do Rio Bethary, com águas cristalinas num toque esverdeado, algumas partes possuem pequenas quedas de água. O casal aproveitou para entrar na água gelada e se molhar um pouco mais, já que a chuva não deu trégua o ensaio todo. Nas margens das piscinas naturais o João se declarou para a Rafa, que não se conteve e deixou a emoção rolar solta, um momento muito bonito para fechar esse dia maravilhoso com chave de ouro.


Retornamos a pousada para um café da tarde delicioso, para nos prepararmos para a viagem de volta para casa, só não esperávamos que no meio do caminho Deus iria nos presentear com um céu que eu nunca tinha visto mais bonito e estrelado, o único problema foi parar na estrada para a última foto, com mato dos dois lados e sem acostamento ou meio fio, fazer a foto do casal com as estrelas não foi fácil, os carros passavam voando, mas valeu muito a pena.


O casal topou tudo, se aventurou e se permitiu viver intensamente o dia, a Rafa deixou de lado seus medos e o João matou a vontade de conhecer o Parque Petar, e nós ficamos com o saldo de dois dias maravilhosos ao lado de um casal incrível, curtindo as riquezas nas formações das cavernas e a beleza da natureza.


Que venha o casamento!!


Glau e Rafa

Yamauchi Fotografia

Fotógrafo de Casamento e Família SP Mogi das Cruzes

Para falar com a gente clique aqui



ensaio de casal
fotografia de casal
ensaio pre casamento no petar
ensaio pre casamento no petar
ensaio pre no petar
fotos no petar
fotografia de casamento
ensaio de casal no petar
ensaio na caverna
ensaio pre casamento na caverna
foto de casal
retrato da noiva
fotografo de casamento
ensaio romantico
ensaio de casal nas estrelas